Dicas de temas que podem cair no Enem e nos vestibulares

Já comentamos aqui que, alguns temas da atualidade podem cair no Enem, não é mesmo? Pensando nisso, o Já Entendi foi buscar alguns possíveis temas, com uma breve explicação de cada um deles:

 O acidente nuclear que aconteceu no Japão, afinal, energia é assunto garantido nas provas. É preciso um estudo bem aprofundado sobre as vantagens e desvantagens das diferentes matrizes energéticas do Brasil e os principais atores globais. O acidente na usina de Fukushima, que se deu após um terremoto e um tsunami, que atingiu a costa nordeste do país, trouxe àtona as discussões sobre o tema. A Alemanha, por exemplo, fechou metade de suas usinas e pretende aposentar mais nove reatores até 2022.

 O Brasil, por sua vez, de acordo Plano Nacional de Energia prevê a construção de quatro novas usinas, até 2030. Além de Angra 1 e 2 será inaugurada Angra 3 até 2015. Também vale lembrar as controvérsias causadas pela construção da usina de Belo Monte, no Pará, que tem o objetivo de ser a terceira maior hidrelétrica domundo, e vem gerando polêmicas com grupos de preservação, que questionam os impactosambientais e humanos.

 Código Florestal, que tramita no Congresso Nacional e divide as opiniões entre ambientalistas eruralistas. O tema pode ser requerido de diversas formas, como por exemplo,  a relação com a sustentabilidade, o uso de recursos naturais ou agronegócios. Em 2011, no mês de novembro, aconteceu um derramamento de petróleo em nosso litoral e, em março de 2012 o mesmo problema voltou a acontecer, e se tratando de causas ambientais, certamente a questão pode ser cobrada.

 Outro tema que envolve o meio ambiente, e é preciso ficar ligado, é o Rio+20, uma conferência que acontece em junho, no Rio de Janeiro, 20 anos depois do Eco92,que colocou o ativismo ambiental de forma definitiva no debate mundial.

 Terremotos no Japão e enchentes em diversas cidades brasileiras acontecem periodicamente, os desastres naturais ganham, cada vez mais, notoriedade. Existem problemas que são resultado das ações humanas e outros que são consequência da força da natureza. Na primeira situação o exemplo são as enchentes no Rio de Janeiro,urbanização, ocupação territorial em locais não permitidos e déficit habitacional, atos que causam este problema. Já os terremotos são resultado da movimentação das placas tectônicas, e a formação de tempestades tropicais são ações naturais e devem ser estudadas para saber explicar sobre estes fenômenos.

 Tecnologia também cai vestibular. Em 2011, “Viver em rede no século XXI” foi otema de redação do Enem. A internet é assunto que veio para ficar na avaliação e, provavelmente, vai se estender para outras provas. Um dos principais motivos para que seja abordado, é em relação às mobilizações sociais, como foi o caso da Primavera Árabe. É preciso ter uma visão crítica acerca da tecnologia, pois seu posicionamento diante dos fatos pode ser cobrado.

 O Brasil vem ganhando espaço nos últimos anos, por isso, é preciso estar por dentro dos desafios que estamos enfrentando enquanto potência emergente, pois, pode ser questão de prova! Abusca por uma vaga permanente no Conselho de Segurança da ONU já vem acontecendo desde o governo Lula e é preciso saber sobre esta importante organização. Neste ano, 2012, o Brasil se consolidou como a sexta maior economia e, sendo assim,estar ligado nas principais atividades econômicas do país, é um bom conselho.Outra questão que pode ser cobrada diz respeito à tentativa frustrada de mediar conflitos internacionais.

 Falando em economia, a crise mundial que assola diversos países europeus,principalmente a Grécia, se tornou um problema sem precedentes, com altos índices de desemprego, onde os jovens estão tendo dificuldades para trabalhar. A Itália, por sua vez, anunciou a recessão de sua economia. Do outro lado, a dívida pública na Espanha vem batendo recordes e é preciso entender os caminhos que levaram a Europa à crise e as consequências deste cenário, inclusive para o Brasil. Blocos econômicos e formação e solidificação da União Europeia também merecem atenção.

 As Ilhas Malvinas, localizada a 500 km do litoral argentino pode ser tema de vestibular e cair no Enem. Isso porque, administradas pela Grã-Bretanha desde 1883, elas já foram motivo de tensão entre os dois países, que guerrearem em 1982. Em dois meses de conflito, a Argentina foi derrotada e rendeu-se aos britânicos, que seguiram como donos do território. A presidente Cristina Kirchner, entretanto, decidiu reaver os direitos argentinos e reclamounovamente a soberania da ilha, trazendo nova tensão internacional. O tema pode ser cobrado, relembrando a ditadura na Argentina ou as antigas colônias britânicas, como é o caso da Índia. O governo de Margareth Tatcher é outro assunto que poderá ser cobrado, pois liderou a vitória da Grã-Bretanha.

 Como o assunto são conflitos, não podemos deixar de lado a onda de protestos que eliminou do poder Zine El Abidine Bem Ali, na Turquia e Hosni Mubarak, no Egito. O norte africano e diversos países do Oriente Médio também foram pressionados por protestantes. Na Síria e Líbia, a motivação de questões conceituais que se referem à região e seus conflitos, assim como a utilização da internet como ferramenta de organização social podem ser tema do Enem e dosvestibulares. Questões sobre a Guerra Fria e disputas por petróleo também podem ser cobradas. A participação das mulheres, que lutam para conquistar seu espaço também tem jeito de pergunta de vestibular.

 Ufa, por fim, o tema que deverá ser muito cobrado refere-se às eleições que acontecem em outubro, para eleger prefeitos e vereadores em todo o Brasil. O processo eleitoral e as comparações entre diversos momentos de nossa história podem aparecer. Saber sobre a divisão política e administrativa brasileira e compreender as atribuições dos três poderes: Executivo, Legislativo eJudiciário, também é importante.

O importante é manter-se atualizado, leia muito, assista jornais e acompanhe o Já Entendi;)

 

Compartilhar?

Comentários

Não existe nenhum comentário para esta aula até o momento!